o PAC liquida a Rede Ferroviaria Federal

Por Roque Ferreira

O que é isso companheiro Lula? O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, assinou na segunda-feira (dia 22) a medida provisória 353, que estabelece o término do processo de liquidação e extingue a Rede Ferroviária Federal (RFFSA). De rffsa3920.jpgacordo com o texto da MP, a União vai herdar da empresa os bens imóveis e os “direitos, obrigações e ações judiciais em que esta seja autora, ré, assistente, opoente ou terceira interessada”, exceto os contratos de trabalho. Os funcionários da Rede serão transferidos para o quadro pessoal da Valec, estatal responsável pelas obras da Ferrovia Norte Sul. A MP faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Uma outra MP (245/246), de abril de 2005, dividiu a Rede em vários órgãos federais. A medida, rejeitada pela Câmara depois de intensa mobilização da categoria, transferia para a União o patrimônio da empresa e repassava os equipamentos para a Valec. Já os funcionários seriam cedidos ao Geipot, onde seria criada uma diretoria de Infra-estrutura ferroviária.

A MP 353 com outra roupagem é uma nova tentativa do governo Lula de liquidar de vez com a Rede Ferroviária Federal, atendendo assim uma exigência das operadoras privadas que controlam toda malha ferroviária do país, que não cumprem os contratos de concessão, recebem milhões de reais do BNDES, e agora com o PAC poderão receber dinheiro dos trabalhadores do FGTS. Usam estes recursos para flexibilizarem direitos e promover demissões, como vem fazendo a ALL, Novoeste, Ferroban, Vale do Rio Doce, FCA, MRS Logística e outras.

Vale lembrar, e não é trocadilho, que a Vale do Rio Doce e outras operadoras privadas foram as maiores financiadoras da campanha de Lula nas últimas eleições. Quem paga a banda escolhe a música, mas os ferroviários e nação não estão obrigados a dançar. Com certeza os ferroviários irão se mobilizar para mais uma vez derrotar a proposta do governo.

Lula, que foi atacado pela burguesia durante todo o processo eleitoral, e que só levou no segundo turno porque a classe operária e os trabalhadores foram à luta para derrotar o conservador Geraldo e o PSDB, faz todas as concessões, e ataca os trabalhadores.

Enquanto isso, na Venezuela Hugo Chávez reestatiza o que foi pilhado pela burguesia, reabre as fábricas que foram fechadas e as coloca sob controle dos trabalhadores, realiza investimentos de grande monta no setor ferroviário atendendo as reivindicações dos trabalhadores e do povo que lhe deram o mandato, ações que provocam a ira dos exploradores internos e externos.

Hugo Chávez avança com o processo revolucionário apoiado pela maioria esmagadora do povo venezuelano. Aqui, Lula organiza e lidera um governo de frente popular com partidos conservadores e corruptos, o que é inaceitável para a maioria dos petistas e dos trabalhadores.

 

O III Congresso Nacional do PT será palco privilegiado para que o conjunto do partido discuta e reoriente o curso do governo.


O autor, Roque Ferreira, é líder sindical – e-mail: roque.ferreira@uol.com.br

About these ads

2 pensamentos sobre “o PAC liquida a Rede Ferroviaria Federal

  1. Tenho uma causa ganha na Justiça contra a RFF,(URP). Nas mãos da União perdi as esperanças de receber.Moro no Imovél da Rede,e me disseram que foi publicada uma medida provisória de nº400 e alguma coisa, que ferroviários que residem nos imovéis dela,terão direito de compra e será facilitada a compra.Essas noticías não chegam até nós com facilidade.Caso saiba alguma coisa favor me enviar. OBG. wagner.angra@hotmail.com
    Eu li alguma coisa na NET sobre os tucanos, criticando ao nosso Presidente da República,pelos 167 cargos criados para ficar encarregado pela extinção da RFF. Se ia ser extinta para que os cargos. Aprendi alguma coisa ajudando a colocar a esquerda no planalto. As trocas de favores no Congresso, no Senado vai ser sempre a trava para que o País cresça realmente.

    • 4 anos depois de seu post, estou aqui para me embabacar com a situação de uma empresa que fora deveras importante em minha vida. A esquerda, quando no poder, vira direita com velocidade e com facilidade impressionantes. Vimos nos últimos anos muitos de nossos “companheiros” se corrompendo e nos tornando chacota para aqueles que sempre nos ignorarão e sempre nos ignorarão. Não é fácil e sempre será difícil ser justo no Brasil, o poder tem uma capacidade incrível de corromper até aqueles dito incorrompíveis.
      E estes, corrompidos estando, por não terem a experiência esdrúxula dos há muito corrompidos e dos há muito corrompedores, ficam expostos e suas fraquesas vêm a tona.
      Nosso eterno Lula cometeu muitas falhas, mas no fim, ele ainda conseguiu que os pobres alcançassem o direito de consumir. Se o objetivo era aumentar o consumismo fomos eficientes, mas caso contrário, todo o trabalho, desde lá o final da década de 80, foi meramente uma ‘palhaçada” e apenas conseguimos transformar a esquerda em uma direito muito mal disfarçada.
      Minha injúria é ainda maior quando muitos dizem estarem falidos todos os conceitos socialistas, nisto eu não acredito. Acredito sim em uma modernização do socialismo, tornando-o um ponto de equilíbrio entre o capitalismo (quase falido) e a necessidade de poder realmente emanado do povo e voltado para o povo.
      Ficando o estado responsável por regular os serviços de necessidade do povo, provendo-o de suas necessidades subtraindo dos mais ricos os impostos capazes de prover aos muitos e mais pobres o mínimo necessário para uma vida dígna.
      O problema todo está em não sabermos mais sequer em quem podemos confiar para empunhar esta bandeira com força e capacidade para dizer não aos fortes, principalmente ao entendermos que não se governa sem se negociar e as necessidades como educação, saúde e segurança pública não serem assim tão negociáveis.
      Talvez nosso companheiro e irmão Lula, depois de vencer o câncer (rezo por ele), reflita, volte aos tempos de luta, ao menos em sua reflexão e entenda que a vitória política, o reconhecimento do mundo político e capitalista, são pouco, mas muito pouco mesmo, mediante a necessidades muitas cujos políticos inglórios de nosso país insistem em impedir que sejam atendidas. Provar que o FMI poderia ser banido, provamos. Superar a crise econômica, superamos. Mas, e o povo, ande fica nessa história, senão f…, talvez outro adjetivo saibam usar.
      Não é o PT como esses partidos de m… como PSC, PMDB, PSDB.. não podemos aceitar isto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s